© 2016 Pistache Editorial

Posts em destaque

DIY: Como abrir os olhos das crianças para a arquitetura

 

Arquitetura não necessariamente é aquele edifício fechado em si. Pelo contrário. São as aberturas do edifício para a rua, sua relação com a cidade e, por que não, a própria cidade – não à toa, as universidades formam arquitetos e urbanistas. Assim, tudo junto.

 

Abrir os olhos das crianças para a arquitetura, portanto, não é apenas fazê-las aprender matemática para deixar os edifícios em pé. A arquitetura está nessas relações e, principalmente, na vontade de fazer um ambiente melhor para as pessoas viverem.

 

Aqui vão algumas dicas para abrir os olhos de seus filhos(as)/netos(as)/sobrinhos(as)/afilhados (as) para a arquitetura; e para se preocuparem mais pelas cidades em que vivem.

 

1. Legos ou peças de montar instigam a criatividade. Você pode estimular a criança a construir edifícios, ruas ou até bairros usando os blocos, pensando edificações diversas – casas, comércios, praças, espaços abertos – e em como as pessoas vão circular por aquela cidade

 

2. Pesquise sobre alguns edifícios na sua cidade que sejam abertos e fáceis de visitar, e leve as crianças. Mostre o que eles têm de importante. Exemplos: a requalificação de uma antiga fábrica que se transformou no Sesc Pompeia (Lina Bo Bardi), em São Paulo; o Copan com suas mil casas em cima e o térreo cheio de vida com lojas e restaurantes (Oscar Niemeyer), em São Paulo (AH! Copan está no Casacadabra!); as colunas do MAM no Rio de Janeiro (Affonso Reidy) e a vista desimpedida que seu térreo aberto proporciona da baía da Guanabara e do Aterro do Flamengo

 

3. Fotografe. Dias especiais de fotografia pela cidade podem apurar o olhar das crianças para o ambiente construído. Pode ter até temas: portas, janelas, escadas, calçadas, faixa de pedestres...

 

4. Papel e lápis em mãos: na hora das práticas de desenho, sugira que as crianças façam a planta de algum ambiente da casa. Isso ajuda a desenvolver a noção de espaço e de escala

 

5. Construa com papel ou com materiais recicláveis estruturas como casas e edifícios. Pense nas aberturas, nas proporções – ou simplesmente deixe a imaginação correr solta. Você também pode começar com a maquete de papel da Casa de Vidro, projetada por Lina Bo Bardi (era a casa dela!) em São Paulo, uma das recompensas de nosso projeto no Catarse.

 

*as imagems fazem parte da exposição Century of the Child (2012), do Moma em Nova York, e são de Jens Thomas Arnfred/Vandkunsten Architects. A exposição será tema de um próximo post :-)

 

 

 

Please reload

O que um urbanista faz: como explicar para crianças de 5 anos

March 15, 2016

1/1
Please reload

Posts recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags