Cidade, gênero e infância

A publicação organizada por Rodrigo Mindlin Loeb e Ana Gabriela Godinho Lima volta a atenção para um dos compromissos fundamentais da sociedade: zelar pelo desenvolvimento saudável das crianças mais novas. Foi pensada para se tornar referência para a formação de arquitetas, arquitetos, urbanistas e profissionais de diferentes áreas do conhecimento, que buscam trabalhar em territórios urbanos e promover possibilidades de desenvolvimento e empoderamento para mulheres e crianças. A publicação surge de um concurso realizado em 2017 pela Fundação Bernard van Leer, com a proposta inovadora de inserir a temática da primeira infância na graduação e pós-graduação de arquitetura e urbanismo no Núcleo de Pesquisa em Cidade, Gênero e Infância da Universidade Presbiteriana Mackenzie. 

 

São 22 textos e artigos de pesquisadores, especialistas e profissionais que trabalham no campo das infâncias, gênero e território. Textos inéditos trazem histórias de organizações referência nos temas – como Avante, CECIP, Centro de Excelência em Primeira Infância e Instituto Elos –, pesquisas acadêmicas sobre violência, espaço público e segregação territorial, pesquisas e experimentações práticas na transformação do território, experiências de incentivo à brincadeira no espaço público, envolvimento da comunidade, entre outros assuntos que trazem novas lentes à prática de arquitetos e urbanistas.

 

Estrutura do livro

 

a) Prefácios 

  • Cidades e promoção do desenvolvimento humano, por Claudia Vidigal e Bernard Van Leer Foundation 

  • A perspectiva antropológica da escuta de crianças: territórios, cultura e ética, por Adriana Friedmann 

  • Da criança cidadã à cidade com crianças, por Vital Didonet 

  • A cidade é de quem quiser! A escola como incubadora dos direitos territoriais das infâncias, por Ana Beatriz Goulart de Faria 

  • Crianças, cidade e educação, por Natacha Costa 

b) Apresentação

  • Cidade, gênero e infância – Projeto como ferramenta de transformação em territórios vulneráveis, por Rodrigo Mindlin Loeb e Ana Gabriela Godinho Lima

c) Parte 1: O território e a criança

  • O direito de sonhar – Centro de Excelência em Primeira Infância no Maranhão e em São Paulo, por Tião Rocha e Vera Lion 

  • Ruas das meninas? – Violência e espaço público no cotidiano de crianças em favelas do Rio de Janeiro, Recife e São Paulo, por Hermílio Santos, Celina de Pinho Barroso e Priscila Susin 

  • Barreiras urbanas, segregação territorial e vulnerabilidade social – A infância na várzea do Cangaíba, Zona Leste de São Paulo, por Daniela Getlinger e Julio Luiz Vieira 

  • Percursos da primeira infância: mobilidade e espaços públicos – As experiências do Urban 95 Boa Vista, por Ursula Troncoso

d) Parte 2: O brincar e o espaço público

  • A ambiência lúdica na vida das crianças – O brincar livre como direito universal, por Janine Dodge e Marilena Flores Martins 

  • Toda Criança Pode Aprender – Implantação de projeto piloto no município de Mauá, por Isabel Santana Gervitz, Beatriz Cardoso e Nicole Paulet Piedra 

  • Direito ao brincar – A experiência da Avante em comunidades de Salvador, por Ana Oliva Marcilio e Maria Thereza Marcilio 

  • Brincadeiras no quarteirão – Experiências da participação infantil no espaço urbano de Antuérpia e São Paulo, por Juliana Di Cesare Marques Awad e Maria de Fátima Aranha Totti 

  • Vila do Amanhã – A cidade como ferramenta educativa na Espanha e no Brasil, por Sandra González Álvarez

e) Parte 3: A transformação da comunidade

  • Mulheres Caminhantes! Auditorias cidadãs e perspectiva de gênero na Zona Norte de São Paulo, por Alice Junqueira, Ana Carolina Nunes e Leticia Leda Sabino 

  • Aula pública – Transformando a vida das crianças e adolescentes na Baixada do Glicério, São Paulo, por Paulo Magalhães 

  • Passeia Jardim Nakamura – Cocriação de sistema de sinalização para melhorar a experiência dos deslocamentos a pé na Zona Sul de São Paulo, por Barbara Bonetto, Leticia Leda Sabino e Mariana Morais 

  • A gente veio pelas crianças – A metodologia do Instituto Elos para promover transformação em comunidades, por Rodrigo Rubido Alonso 

  • A criança na cidade – As experiências do Centro de Criação de Imagem Popular no Morro dos Macacos e em Manguinhos, Rio de Janeiro, por Claudius Ceccon

f) Intermezzo: Ensaio Fotográfico 

  • Registro das comunidades estudadas Rodrigo Mindlin Loeb 

g) Epílogo: Sonhar o não conhecido 

  • Sonhos infantis – Experiências pedagógicas em quatro territórios: escola privada de São Paulo, escola pública de favela carioca, comunidade multiétnica na Bahia e aldeia Kamaiurá no Xingu, por Roberto Gambini

 

Cidade, gênero e infância

R$ 80,00Preço
  • Organização: Rodrigo Mindlin Loeb e Ana Gabriela Godinho Lima.

    Coordenação editorial: Bianca Antunes (Pistache Editorial) e Abilio Guerra, Fernanda Critelli e Silvana Romano (Romano Guerra).

    Projeto gráfico e diagramaçãoAlles Blau | Elisa von Randow e Yasmin Dejean

    Tratamento de imagensNelson Kon

    ImpressãoIpsis

    ConvênioTermo de Cooperação Técnica celebrado entre a Universidade Presbiteriana Mackenzie e o Instituto Brasiliana, contando com financiamento da Fundação Bernard van Leer

    Órgãos de fomentoCapes Programa de Excelência Proex e Capes Print. Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie

    PatrocínioFundação Bernard van Leer e Instituto Cidades Sustentáveis

    Edição: Pistache Editorial, Romano Guerra Editora

    Realização: Instituto Brasiliana

  • 456 páginas, 15,7cm x 22cm, 769g

    ilustrado, colorido, desenhos e fotos

    ISBN: 978-65-872005-02-1